• Dr. Roberto Viña Coral • Cirurgia do Aparelho Digestivo •

CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO

A Cirurgia do Aparelho Digestivo é a especialidade médica que realiza o tratamento cirúrgico das patologias do sistema digestivo, com exceção da cavidade oral.

ESÔFAGO

Tratamento cirúrgico de doenças benignas como acalásia e hérnia de hiato (cirurgia do refluxo):

  • A Doença do Refluxo pode ser agravada pela hérnia de hiato e sua indicação cirúrgica é feita com muito cuidado. A doença é crônica e a cirurgia, feita por videolaparoscopia, se propõe a aliviar os sintomas dos pacientes e evitar o uso crônico de medicações.
  • Acalásia é condição crônica rara que consiste em estreitamento do esôfago, podendo ser aliviada pela videocirurgia.

O câncer de esôfago é muito comum no RS muito provavelmente pelo hábito do chimarrão ingerido com temperatura muito elevada. No entanto, ele tem forte associação ao tabagismo e à doença do refluxo. A cirurgia consiste em retirar o órgão afetado pelo tumor e reconstruir o trânsito alimentar.

ESTÔMAGO

Tratamento de doenças benignas, como úlceras. Com o advento de medicações específicas para gastrite, é cada vez mais raro ser necessário tratamento cirúrgico para tal condição.

Tratamento de tumores do estômago

O câncer de estômago é o sexto mais comum no Brasil. Sua incidência está relacionada a fatores genéticos, hábitos alimentares, bactéria H.Pylori, tabagismo e alcoolismo. A cirurgia consiste em remoção parcial ou total do órgão, podendo ser realizada por videolaparoscopia.

HÉRNIAS

São defeitos da parede abdominal, nos quais o conteúdo de dentro do abdômen (gordura ou vísceras) saem para fora. Toda hérnia em adultos deve ser operada, especialmente se ela estiver trancada, pois oferece mais risco ao paciente.

Entre as mais comuns, temos:

  • Hérnia Inguinal;
  • Hérnia Umbilical;
  • Hérnia Femoral;
  • Hérnia Epigástrica;
  • Diástases de Retos.

Técnica cirúrgica pode ser realizada por videolaparoscopia ou com pequenas incisões. Consiste em reparo do defeito herniário e colocação de tela para proteção. Normalmente são cirurgias de caráter ambulatorial, ou seja, o paciente pode ir para casa no mesmo dia.

INTESTINO DELGADO E GROSSO

Tratamento cirúrgico de doenças benignas.

  • Divertículos do Intestino Grosso: condição que aumenta frequência conforme idade, podendo gerar inflamações ou até perfurações do órgão.
  • Apendicite: inflamação do apêndice cecal. Muito comum na população.  
  • Aderências: Todas e quaisquer cirurgias geram aderências. Estas funcionam como fibras que se entrelaçam pelo intestino podendo causar a sua obstrução. A obstrução pode ser aguda, provocando muita dor, náuseas, vômitos ou parada de eliminação de gases/fezes podendo necessitar de cirurgia imediata.
  • Tumores do Intestino Grosso: é o quarto tumor mais comum na população brasileira e está relacionado a hábitos alimentares, tabagismo e história familiar. O tratamento cirúrgico consiste na retirada da parte afetada pelo câncer com posterior reconstrução do trânsito intestinal.
VESÍCULA BILIAR

Órgão situado junto ao fígado co-responsável na digestão de gorduras.

Tratamento da Colelitíase ou “Pedra na Vesícula”

As pedras na vesícula promovem inflamação nas paredes do órgão, impedindo seu bom funcionamento, ocasionando sintomas de dores em parte superior direita do abdomen, má digestão, náuseas e vômitos. Todo paciente sintomático deve ser operado.

A cirurgia retira a vesícula e as pedras. É realizada por videolaparoscopia.

VIAS BILIARES E PÂNCREAS

Tratamento cirúrgico de doenças benignas.

Entre as causas mais comuns de cirurgia temos as pedras (coledocolitíase), cistos e estreitamentos do canal biliar.

No pâncreas, existem cirurgias para reparar complicações de pancreatite crônica, tais como cistos e estreitamentos.

Tratamento Cirúrgico dos Tumores de Vias Biliares e Pâncreas

São tumores um pouco mais raros, mas bastante agressivos, podendo deixar a pele amarelada (icterícia). Normalmente, as cirurgias para este fim são delicadas, requerendo grupo de cirurgiões especializados.

PRÉ-OPERATÓRIO

A todos pacientes são fornecidas orientações básicas de pré-operatório. Entre elas, destacam-se:

  • Respeitar o Jejum total de 8 horas;
  • Jejum da água é de 2 horas - não deixar de tomar medicações de uso frequente, orientado pelo seu médico;
  • Não tomar no dia da cirurgia medicações como hipoglicemiantes orais (para diabetes) e insulina devido ao jejum prolongado;
  • Suspender o uso do medicamento ácido acetilsalicílico, cinco dias antes, quando fizer uso;
  • Levar todos os exames ao hospital;
  • Comparecer com 2h de antecedência ao horário marcado de cirurgia.
PÓS-OPERATÓRIO

Tomar medicações conforme prescrição.

Dieta

Não há necessidade de uma dieta especial. Você pode comer ou ingerir qualquer alimento que você queira, inclusive alimentos sólidos. Alguns pacientes podem apresentar náuseas e vômitos no primeiro dia após a operação devido aos medicamentos e anestésicos recebidos. Se você tiver náuseas e vômitos, ingira somente líquidos em pequenas quantidades de cada vez.

Repouso

Evite ficar muito tempo deitado ou sentado. Procure andar várias vezes ao dia. Respire fundo 3 vezes a cada hora para expandir melhor o seu pulmão e evitar complicações, como febre e pneumonia. Nos primeiros dias, evitar de fazer esforço físico excessivo pois poderá sentir algum desconforto maior e colocar sua cirurgia em risco. Pode caminhar normalmente e dirigir seu veículo quando sentir-se seguro, normalmente após a primeira semana. Não pratique esportes ou levante peso maior do que 5 kilos até 45 dias após a cirurgia.

Curativos

O corte será fechado com pontos e cobertos com curativo (micropore). É comum que ocorra hematoma ("azulado" ou "roxo") ou pequenos sangramentos. Isto é normal. Não se preocupe. Pode tomar banho completo e molhar o curativo. Seque o abdôme normalmente com toalha, sem necessidade de cuidados especiais com os cortes. Entretanto, se o corte tiver aparência de infecção (vermelho, com secreção de pus ou com cheiro forte), informe o seu médico.

Atentar para a revisão com seu médico.

Não hesite em ligar e sanar dúvidas eventuais.

Dr. Roberto Coral ESPECIALIDADES

  • Cirurgia do APARELHO
    DIGESTIVO

    A Cirurgia do Aparelho Digestivo é a especialidade médica que realiza o tratamento cirúrgico das patologias do sistema digestivo, com exceção da cavidade oral.

    SAIBA MAIS

  • Cirurgia BARIÁTRICA
    E METABÓLICA

    A Cirurgia Bariátrica e Metabólica é indicada para pacientescom IMC > 35kg/m² com comorbidades associadasou para qualquer paciente com IMC > 40kg/m²

    SAIBA MAIS

Clínica nas Nuvens AGENDAMENTO DE CONSULTAS

Você pode consultar os horários disponíveis e agendar sua consulta agora mesmo. É só clicar no link e escolher o melhor dia e horário para sua consulta.

Atenção ao Paciente DEPOIMENTOS

  • Daiana

    Atendimento humanizado pela parte da recepcionista Janaína, e do dr. muito atencioso e objetivo. Amei

    13/11/2019 - Porto Alegre - RS

  • Vanessa Honatel

    Consultório muito aconchegante , secretaria muito querida ,o Dr. Roberto um grande profissional muito atencioso combinação perfeita.

    Estão de parabéns.

    Meu médico preferido.

    05/12/2019 - Porto Alegre - RS

  • Fernanda S.

    Excelente profissional, muito educado e atencioso. Com tranquilidade e segurança nas explicações esclareceu todas as minhas dúvidas e me orientou perfeitamente!

    06/11/2019 - Porto Alegre - RS